LIMPEZA
PÚBLICA
PATRIMÓNIO NATURAL
Cuidamos do Ambiente

A VITRUS assumiu, por delegação de competências da Câmara Municipal de Guimarães, a 1 de Março de 2015 e pelo período de três anos, o serviço de limpeza da Pista de Cicloturismo e o Caminho Real em Creixomil, bem como dos Caminhos Pedestres em São Torcato, Penha e Citânia.
Esta é uma área de extrema importância, na medida em que se trata da preservação do património natural da cidade de Guimarães, tendo como objetivo garantir que os mesmos estão em boas condições para os cidadãos que os utilizam.

ÁREAS DE
INTERVENÇÃO
Património Natural


Rota São Torcato (PR 1)

São Torcato é uma pequena vila a 6Km de Guimarães, com um vasto património histórico-cultural, onde se sente a harmonia entre a Terra, o Homem e o Rio, sempre interligados por caminhos com História que tentaremos recuperar e preservar. Sendo um vale de tradições rurais, com a introdução do milho rijo em meados do século XVI, os moinhos tiveram um papel importante no desenvolvimento económico local.
O monumento com mais história é, sem dúvida, a Igreja Velha de S.Torcato, onde, durante séculos, se recolheu o corpo incorrupto do Santo.


Rota da Citânia (PR 2)

A “Rota da Citânia” estende-se ao longo das freguesias de Donim e S. Salvador de Briteiros, na orla setentrional do concelho, delimitado a norte pelas montanhas de altitude média acima dos quatrocentos metros da Falperra e a zona de vale do rio Ave, a sul. Trata-se de um território que, para além de dispor de boas condições naturais para as atividades agro-pastoris, disponibiliza excelentes condições de defesa natural, condições privilegiadas para os desenvolvimentos das primeiras formas civilizacionais.


Rota da Penha (PR 3)

A Penha é um espaço fascinante, onde grutas, penedos, desfiladeiros, fontes e árvores de grande porte são atrativos para retemperadoras caminhadas por entre vestígios da devoção cristã dos homens que a transformaram.
Embora remonte ao período pré-histórico a ocupação da Montanha da Penha, foi nos últimos três séculos que se intensificou essa relação dos homens com o espaço onde predominam as rochas graníticas. Este lugar serve de miradouro à cidade de Guimarães e simboliza a amena convivência da religiosidade, das manifestações da fé cristã, com os recursos legados pela Natureza.


Caminho Real

O Caminho Real que atravessa a Veiga de Creixomil tem as suas origens na idade média . Trata-se de uma via que fazia a ligação entre Guimarães e Vila Do Conde, permitindo o acesso a produtos provenientes do litoral.


Pista de Cicloturismo

A Pista de Cicloturismo Guimarães-Fafe vai desde a Freguesia de Mesão Frio, no Concelho de Guimarães, a cerca de três quilómetros do centro da cidade, até ao Lugar de Foz, a cerca de um quilómetro do centro da cidade de Fafe. Ao longo de toda a sua extensão a Pista é intersectada diversas vezes por cruzamentos com estradas principais e secundárias, proporcionando aos utilizadores múltiplos acessos de entrada e saída.
Em 1986 a antiga linha ferroviária que unia as cidades de Guimarães e Fafe foi desactivada, sendo mais tarde transformada em Ecopista. Em 1996, a Câmara Municipal de Fafe, abriu ao público a Pista de Cicloturismo de Fafe, com uma extensão de seis quilómetros, desde Fareja até Foz, estendendo-se por zonas predominantemente rurais. Em 1999 a Câmara Municipal de Guimarães completava o trajecto e inaugurava a Pista de Cicloturismo no Concelho de Guimarães, fazendo a ligação entre a Fareja e a Devesa, na Freguesia de Mesão Frio, com um Percurso de cariz mais suburbano.