Parques Públicos reduzem consumo de energia para metade
AS NOSSAS
NOTÍCIAS
Parques Públicos reduzem consumo de energia para metade

Parques Públicos reduzem consumo de energia para metade

Parque Central Estádio e Mumadona foram os primeiros a receber lâmpadas LED

A VITRUS está empenhada em reduzir o consumo de energia dos cinco Parques Públicos de Guimarães. O processo de substituição das tradicionais lâmpadas fluorescentes por lâmpadas LED já está concluído nos Parques Central Estádio e Mumadona, o que permitiu uma poupança na conta da luz em cerca de 50%.

“O investimento nos restantes Parques será gradual, mas sem dúvida que este é um investimento que queremos fazer”, refere o Administrador da Empresa Municipal, Daniel Pinto.

Ao todo, foram substituídas 440 lâmpadas (360 no parque do Estádio e 80 no parque da Mumadona), num investimento de aproximadamente 6700 euros e que terá um rápido retorno a nível financeiro e, principalmente, ao nível ambiental.

"A amortização do investimento será de sensivelmente 8 meses no caso do parque da Mumadona e 12 meses no parque do Estádio. É um projeto abrangente que, para além da substituição de lâmpadas, implicou ainda a colocação de sensores de presença nos dois parques", explicou Daniel Pinto.

Um parque de estacionamento não pode prescindir de iluminação pois existem normas que estabelecem os níveis mínimos nestes locais, sendo que estão iluminados 24 horas por dia.

“A estes consumos permanentes há que acrescentar a iluminação dos corredores de acesso ao respetivo parque, os alarmes de deteção de incêndios, as caixas de pagamento e outros dispositivos essenciais para o funcionamento e a manutenção de uma estrutura deste género”, lembra o Administrador da VITRUS.

Em regra, a eficiência energética nos parques de estacionamento subterrâneos tradicionais é muito baixa, sendo que o maior consumo de eletricidade é da responsabilidade da iluminação (42% em média). Isto porque, na maioria dos casos, a iluminação é feita por lâmpadas fluorescentes, as quais consomem mais do dobro da energia que é consumida pelas lâmpadas LED.

Com a redução da fatura de energia, a VITRUS AMBIENTE continua a demonstrar o seu envolvimento na implementação de boas práticas ambientais, contribuindo para os desígnios da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia. 

Partilhar Post:

0 Comentários

Deixe um Comentário

Posts relacionados: